O Jejum de Gedáliah - צום גדליה

Logo a seguir aos dois dias de Rosh Rashaná, teremos o nosso primeiro Shabat de 5771, e no dia seguinte "o Jejum de Gedaliah" (Tzom Gedaliah - צום גדליה ).
Este jejum é feito em memória de Gedaliah Ben Ahikam, que foi o último governador da Judeia, fora nomeado por Nabucodonossor da Babilónia após a conquistara de Judá em 586 aEC, levando para o seu país os habitantes de Jerusalém; Mas Gedaliah foi considerado um traidor por alguns judeus entendiam que representava apenas o opressor, sobretudo por o Templo haver sido destruído, tendo portanto sido Gedáliah assassinado no dia 3 de Tishrei, e o seu assassinato representou o fim do sonho de autonomia que alguns judeus da época tinham, sobretudo porque Gedáliah e parte dos judeus que ficaram em Jerusalém esperavam que com a sua nomeação pudesse intervir para minorar o sofrimento e manter a unidade do seu povo, as represálias após o assassinato foram muito severas e vários judeus foram mortos.
O Jejum de Gedáliah é feito por um período de 12 horas, podendo começar ao nascer do sol e acabar ao por do sol.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguidores