Poesia - O Povo Judaico - Arn Lutzki


Os sionistas gostam de todos os Judeus,
os comunistas gostam de todos os Judeus,
os socialistas gostam de todos os Judeus,
os anarquistas gostam de todos os Judeus,
Todos gostam de todos os Judeus.
Diz o povo,
Devagarinho ...


- Tal como é o mundo, assim sou eu -
diz o povo.
Como é o mundo? Assim:
um pouco de terra, um pouco de água,
um pouco de ar, um pouco de fogo;
o resto, areia.


- Assim sou eu - diz o povo -
tal como é o mundo.
Um rebento de sionismo,
uma chispa de comunismo,
uma gota de socialismo,
um sopro de anarquismo;
o resto, areia.

- De tudo um pouco - diz o povo -
tal como o mundo, assim sou eu.
Ai de um mundo
todo fogo, todo água,
todo pó, todo ar!
Um pouco de yddish, um pouco de hebraico,
um pouco de religião, um pouco de livre-pensamento;
o resto, areia.


O Povo judaico é velho como o mundo
e sábio como o mundo.


Retirado do Livro "Contos Judaicos de Sempre" de Beatriz Borovich - Editora Ulmeiro.

16 de Agosto de 1942

No dia 16 de Julho pela manhã, e sob orientação dos oficiais nazistas, que obtiveram de França a mais vergonhosa colaboração, tendo sido feita a maior prisão em massa, já mais vista, num total de 13.000 judeus, tendo sido depois enviados para campos de concentração, sob controle dos alemães, e mais tarde muitos viriam a morrer no maior extermínio que a humanidade alguma vez presenciou. Foi precisamente neste dia, que há 68 anos se praticou este crime hediondo, tendo como primeiro campo de concentração o Vélodrome d'Hiver.Facto este que inspirou um filme, La Rafle de Roselyne Bosh, é de suma importância, porque este filme é um testemunho, ao mundo e às gerações vindouras, revelendo os horrores do antissemitismo, o Mundo em que vivemos, não pode esquecer nunca.A verdade sobre o preconceito sob qualquer forma, quer seja de carácter religioso, político, classe social, cor, sexo, nacionalidade ou outro qualquer deve ser denunciada, pois não é normal nem exeguível que os Seres Humanos, possam dar-se ao luxo de negar o direito a que cada membro da Humanidade, algo que é inerente à conlusão da dignidade de todos nós.
Filipe Leal
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguidores